Política

Janot deve revogar imunidade de delatores da JBS na próxima semana, antes de sair do cargo

A imunidade ganhada pelos empresários da JBS após o acordo de colaboração premiada deve ser revogada, conforme afirmou o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, nesta quarta-feira (6). A medida, segundo ele, deve ser tomada até o final da próxima semana, quando termina seu mandato na PGR. A informação é do Jornal Folha de São Paulo.[Leia mais...]

[Janot deve revogar imunidade de delatores da JBS na próxima semana, antes de sair do cargo]
Foto : Fellipe Sampaio/ SCO/ STF (15/10/2014)

Por Paloma Morais no dia 06 de Setembro de 2017 ⋅ 18:03

A imunidade ganhada pelos empresários da JBS após o acordo de colaboração premiada deve ser revogada, conforme afirmou o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, nesta quarta-feira (6). A medida, segundo ele, deve ser tomada até o final da próxima semana, quando termina seu mandato na PGR. A informação é do Jornal Folha de São Paulo.

De acordo com a PGR, houve descumprimento de duas cláusulas do acordo de delação premiada referentes a omissão de má-fé. O principal benefício adquirido foi o de não denúncia criminal à Justiça. Para que aconteça a revogação, um novo modelo precisará ser renegociado com a defesa. Uma reunião está agendada para esta sexta-feira (8) entre os procuradores e Joesley e seus advogados, na PGR, para tratar desses assunto. 

Notícias relacionadas