Política

Nilo critica PF e diz que TV Bahia soube de operação antes dele: "6h já estava na nossa residência"

Em pronunciamento na tarde desta quarta-feira (13) na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), o deputado estadual Marcelo Nilo não só criticou a Polícia Federal (PF) e o Ministério Público Eleitoral (MPE) forma que realizou uma ação de busca em sua casa, na manhã desta quarta, como também questionou o fato da TV Bahia ter sido informada antes dele sobre a condução da Operação Opinião. [Leia mais...]

[Nilo critica PF e diz que TV Bahia soube de operação antes dele:
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Laura Lorenzo no dia 13 de Setembro de 2017 ⋅ 15:40

Em pronunciamento na tarde desta quarta-feira (13) na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), o deputado estadual Marcelo Nilo não só criticou a Polícia Federal (PF) e o Ministério Público Eleitoral (MPE) pela forma que realizaram uma ação de busca em sua casa, na manhã desta quarta, como também questionou o fato da TV Bahia ter sido informada antes dele sobre a condução da Operação Opinião.

"Antes das 6 da manhã, antes de eu tomar conhecimento, a TV Bahia já estava na frente de nossa residência. Só quero que cada cidadão que nos ouve avalie esta ação policial", criticou Nilo, que negou ter envolvimento em qualquer crime de falsidade eleitoral vinculado à empresa Bahia Pesquisa e Estatística (Babesp), suspeita da qual ele é alvo. O deputado também desmentiu a acusação de que o insitituto seria de sua propriedade.

"Os sócios são meus amigos, são conhecidos há muitos e muitos anos. Mas repito em alto e bom som: a Babesp não é do deputado Marcelo Nilo. Não sou proprietário. Sou cliente, como muitos deputados aqui foram clientes, porque o instituto começou a acertar mais do que institutos famosos", alegou.

Comentarios

Notícias relacionadas

[PDT deve oferecer ao PSB vaga de vice de Ciro Gomes]
Política

PDT deve oferecer ao PSB vaga de vice de Ciro Gomes

Por Alexandre Galvão no dia 20 de Julho de 2018 ⋅ 18:20 em Política

Depois de ver o acordo com o centrão minguar, alguns dirigentes do PDT ainda estavam otimistas sobre a chance de atrair o partido de Paulinho da Força