Política

Após MP cobrar esclarecimentos, Doria culpa o PT: “Querem a censura das minhas viagens”

Prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB) comentou a decisão do Ministério Público do Estado de São Paulo de pedir esclarecimentos sobre suas viagens. O MP citou as idas para Curitiba, Salvador, Recife, Natal e Fortaleza, onde o prefeito ministrou palestras ou recebeu prêmios. Em conversa com Mário Kertész nesta terça-feira (19), Doria negou qualquer irregularidade [Leia mais...]

[Após MP cobrar esclarecimentos, Doria culpa o PT: “Querem a censura das minhas viagens”]
Foto : Eduardo Ogata/Secom

Por Bárbara Silveira e Matheus Morais no dia 19 de Setembro de 2017 ⋅ 13:09

Prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB) comentou a decisão do Ministério Público do Estado de São Paulo de pedir esclarecimentos sobre suas viagens. O MP citou as idas para Curitiba, Salvador, Recife, Natal e Fortaleza, onde o prefeito ministrou palestras ou recebeu prêmios. Em conversa com Mário Kertész nesta terça-feira (19), Doria negou qualquer irregularidade.

“Faz parte do jogo, não foi o MP, foi PT que recorreu em São Paulo para coibir. Querem a censura das minhas viagens pelo Brasil. Não uso recursos públicos para as viagens e poderia usar pois são viagens de interesses público. Levei alguns secretários comigo, quando eu viajo em qualquer circunstância, uso meus recursos, meu avião, furto de meu trabalho, de 45 anos de trabalho”, disse.

O prefeito frisou que sequer utiliza o salário que recebe na prefeitura. “Recebe em um dia e doou para instituições. Meu salário do mês de agosto doei para as instituições Irmã Dulce”, lembrou.

Notícias relacionadas