Política

Após mais de 5 horas, leitura da nova denúncia contra Temer é concluída na Câmara

Após 5 horas e 30 minutos, a leitura da nova denúncia contra o presidente Michel Temer oferecida pela Procuradoria Geral da República (PGR) terminou de ser lida no plenário da Câmara dos Deputados na tarde desta terça-feira (26).[Leia mais...]

[Após mais de 5 horas, leitura da nova denúncia contra Temer é concluída na Câmara]
Foto : Agência Brasil

Por Paloma Morais no dia 26 de Setembro de 2017 ⋅ 18:37

Após 5 horas e 30 minutos, a leitura da nova denúncia contra o presidente Michel Temer oferecida pela Procuradoria Geral da República (PGR) terminou de ser lida no plenário da Câmara dos Deputados na tarde desta terça-feira (26). A leitura foi feita pela segunda secretária da Mesa Diretora, deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO), em sessão extraordinária iniciada às 12h09 e concluída às 17h44. A leitura havia sido adiada por duas vezes por falta de quórum. É necessária a presença de pelo menos 51 deputados dos 513 para a abertura da sessão. O procedimento é uma das etapas para que a pauta seja votada.

Na nova acusação, Temer foi denunciado ao Supremo Tribunal Federal (STF) sob a suspeita de ter praticado os crimes de organização criminosa e obstrução de Justiça. Após a finalização da leitura, Temer será notificado. A denúncia só segue para análise do STF com a autorização da Câmara dos Deputados. São necessários os votos de pelo menos 2/3 dos deputados para que isso aconteça. A acusação chegou à Câmara na última quinta (21) e a previsão é que a votação aconteça em outubro, conforme anunciou o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Notícias relacionadas

[Decreto da arma ignorou sete sugestões de Moro, diz coluna]
Política

Decreto da arma ignorou sete sugestões de Moro, diz coluna

Por Clara Rellstab no dia 16 de Janeiro de 2019 ⋅ 06:49 em Política

A sugestão de Moro era mais restritiva: previa a posse para duas armas, e não quatro; não prolongava automaticamente registros já concedidos para dez anos e exigia a comp...

[Senador Fernando Collor anuncia filiação ao PROS]
Política

Senador Fernando Collor anuncia filiação ao PROS

Por Clara Rellstab no dia 16 de Janeiro de 2019 ⋅ 06:28 em Política

Eleito em 1989 presidente da República, o primeiro eleito pelo voto popular após a ditadura militar, Collor comandou o país entre 1990 e 1992, quando sofreu impeachment