Política

Se caracterizando como ʹisentoʹ, relator da 2ª denúncia contra Temer critica delação da JBS

O deputado Bonifácio de Andrada (PSDB), que foi escolhido para ser relator da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, afirmou se considerar independente o suficiente para realizar a missão, mesmo tendo votado contra a admissibilidade do primeiro pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR), em agosto deste ano. [Leia mais...]

[Se caracterizando como ʹisentoʹ, relator da 2ª denúncia contra Temer critica delação da JBS]
Foto : George Gianni / PSDB

Por Laura Lorenzo no dia 29 de Setembro de 2017 ⋅ 18:13

O deputado Bonifácio de Andrada (PSDB), que foi escolhido para ser relator da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, afirmou se considerar independente o suficiente para realizar a missão, mesmo tendo votado contra a admissibilidade do primeiro pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR), em agosto deste ano.

“Desde a primeira denúncia fiz um exame exclusivamente técnico, não fiz nenhum elogio ao presidente da República nem a ninguém”, disse o parlamentar em entrevista ao jornal o Estado de S. Paulo.

Se dizendo ʹisentoʹ, o deputado criticou a delação premiada dos executivos da JBS, que baseia parte da nova denúncia contra Temer. “Achei que o homem da JBS (Joesley Batista) deveria ser processado”, afirmou.

Notícias relacionadas