Política

OAB-SP cassa registro de José Dirceu: "Não tem idoneidade moral"

O Tribunal de Ética da Ordem dos Advogados do Brasil da seção São Paulo cassou o registro de advogado de José Dirceu, por 78 votos a dois. De acordo com o relator do processo aberto pelo advogado Paulo Fernando de Melo da Costa, Carlos Kauffmann, ficou constatado que o petista não tem "idoneidade moral" para exercer a advocacia. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/Agência Brasil

Por Matheus Simoni no dia 24 de Agosto de 2015 ⋅ 19:14

O Tribunal de Ética da Ordem dos Advogados do Brasil da seção São Paulo cassou o registro de advogado de José Dirceu, por 78 votos a dois. De acordo com o relator do processo aberto pelo advogado Paulo Fernando de Melo da Costa, Carlos Kauffmann, ficou constatado que o petista não tem "idoneidade moral" para exercer a advocacia. Dirceu foi condenado no processo do Mensalão a 7 anos e onze meses de prisão por corrupção.

No última dia 3 de agosto, enquanto cumpria pena em regime domiciliar, o ex-ministro da Casa Civil foi preso preventivamente por ordem da Justiça Federal por suposto envolvimento no esquema da Operação Lava Jato, que investiga esquemas de corrupção na Petrobras. O petista tem 15 dias para recorrer à OAB nacional. Atualmente, ele se encontra preso no Paraná desde o início de agosto, quando foi realizada a 17º fase da Lava Jato.

Notícias relacionadas