Política

"Houve duas, três conversas", afirma Geddel sobre ida de Neto para o PMDB

O presidente estadual do PMDB, Geddel Vieira Lima, em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta terça-feira (25), falou sobre a possível ida do prefeito ACM Neto para o PMDB e ressaltou que o partido “não está disputando cargo na gestão de Neto”. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução

Por Gabriel Nascimento no dia 25 de Agosto de 2015 ⋅ 10:35

O presidente estadual do PMDB, Geddel Vieira Lima, em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta terça-feira (25), falou sobre a possível ida do prefeito ACM Neto para o PMDB e ressaltou que o partido “não está disputando cargo na gestão de Neto”. “Desde o primeiro momento quando o prefeito me chamou, ainda em Braslília, pedindo indicações para o governo dele, eu fiz questão de dizer: não quero indicar nada. Foi uma insistência do pessoal do prefeito que nós pegássemos quadros nossos e colocássemos na prefeitura, mas, sem nenhuma disputa em função de mais funções”, afirmou.

Sobre a possível troca de partido de Neto, Geddel afirmou que se o prefeito for para o PMDB terá todo o apoio do partido. "Havia uma conversa, e houve duas, três conversas comigo e o prefeito no sentido do prefeito vir ao PMDB. Se daqui até setembro essa conversa evoluir e o prefeito vier ao PMDB, ele é o nosso candidato, com nosso apoio, com o nosso integral respaldo e evidentemente faremos as negociações políticas nessas áreas que viabilizem uma ampla vitória dele. Se o prefeito não vier para o PMDB, haverá de chegar o momento que o prefeito nos chamará para ver como quer e como deseja esse apoio do PMDB, que é em tempo de televisão e em estrutura, o maior partido aliado dele para agora e para frente. Portanto, vamos aguardar”, completou.

 

Notícias relacionadas