Política

Temer comete nova gafe e diz que médico indígena foi ʹaté muito aplaudidoʹ

Em cerimônia em comemoração ao Dia do Médico nesta terça-feira (17) no Palácio do Planalto, o presidente Michel Temer celebrou as "várias categorias" da classe médica brasileira durante condecoração a 12 profissionais da saúde, porém, cometeu uma gafe ao comentar sobre um médico indígena.[Leia mais...]

[Temer comete nova gafe e diz que médico indígena foi ʹaté muito aplaudidoʹ]
Foto : Agência Brasil

Por Paloma Morais no dia 17 de Outubro de 2017 ⋅ 15:38

Em cerimônia em comemoração ao Dia do Médico nesta terça-feira (17) no Palácio do Planalto, o presidente Michel Temer celebrou as "várias categorias" da classe médica brasileira durante condecoração a 12 profissionais da saúde, porém, cometeu uma nova gafe ao comentar sobre um médico indigena. "Uma amálgama, uma mistura de médicas, médicos e até médico indígena, que foi até muito aplaudido, assim como a senhora representante do Ministério da Saúde", disse o presidente fazendo referência ao momento em que o nome do indígena Sildo Gonzaga Tomaz foi anunciado durante o evento. Ele é de origem da etnia Ticuna e é profissional do programa Mais Médicos. Após estudar medicina em Cuba, o médico atende a famílias indígenas no Amazonas.

Também foram homenageados no evento, médicos como Raul Cutait, que chegou a ser cotado para assumir o cargo de ministro da Saúde antes de Ricardo Barros ser nomeado, e Vanessa Van Der Linden, uma das primeiras a detectar o aumento de casos de microcefalia no Brasil. 

Notícias relacionadas