Política

Mais de 30 deputados insistem no afastamento de Eduardo Cunha

Na tarde desta quinta-feira (27), 35 deputados federais divulgaram uma nota que pede o afastamento do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O motivo do afastamento é com base nas denúncias de possível corrupção passiva e lavagem de dinheiro por parte do parlamentar.[Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/ Ag. Brasil

Por Bárbara Gomes no dia 27 de Agosto de 2015 ⋅ 14:51

Na tarde desta quinta-feira (27), 35 deputados federais divulgaram uma nota que pede o afastamento do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O afastamento é justificado com base nas denúncias de possível corrupção passiva e lavagem de dinheiro por parte do parlamentar. 

O documento foi deselvolvido no gabinete da liderança do PSOL-BA e alega que a denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República contra Cunha torna insustentável sua permanência na Presidência da Câmara. "Cunha é formalmente acusado de ter praticado crimes. Com a denúncia do MP, a situação torna-se insustentável para o deputado, que já demonstrou utilizar o poder derivado do cargo em sua própria defesa”, conforme texto do pedido de afastamento.

O requerimento foi assinado por parlamentares do PT, PPS, PR, PSB, Pros, PSC, PTB, PSOL, além do peemedebista Jarbas Vasconcelos (PE). O presidente da Câmara foi denunciado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao Supremo Tribunal Federal (STF), sob suspeita de envolvimento em negociações ilegais na Petrobras.

Notícias relacionadas

[Governo prepara MP para recadastrar armas irregulares]
Política

Governo prepara MP para recadastrar armas irregulares

Por Juliana Rodrigues no dia 16 de Janeiro de 2019 ⋅ 08:00 em Política

Ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, negou que a medida seja uma forma de anistia: "No governo do PT ninguém nunca chamou de anistia, por que vai chamar no governo do...

[Decreto da arma ignorou sete sugestões de Moro, diz coluna]
Política

Decreto da arma ignorou sete sugestões de Moro, diz coluna

Por Clara Rellstab no dia 16 de Janeiro de 2019 ⋅ 06:49 em Política

A sugestão de Moro era mais restritiva: previa a posse para duas armas, e não quatro; não prolongava automaticamente registros já concedidos para dez anos e exigia a comp...

[Senador Fernando Collor anuncia filiação ao PROS]
Política

Senador Fernando Collor anuncia filiação ao PROS

Por Clara Rellstab no dia 16 de Janeiro de 2019 ⋅ 06:28 em Política

Eleito em 1989 presidente da República, o primeiro eleito pelo voto popular após a ditadura militar, Collor comandou o país entre 1990 e 1992, quando sofreu impeachment