Política

"Por enquanto, é burburinho", diz Michel Temer sobre volta da CPMF

O vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), afastou a possibilidade do governo adotar novamente a contribuição sobre Movimentações Financeiras (CPMF), tributo extinto em 2007. O peemedebista se encontrou nesta quinta-feira (27) com o ex-presidente francês Nicolas Sarkozy em São Paulo.[Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/Agência Brasil

Por Matheus Simoni no dia 27 de Agosto de 2015 ⋅ 18:20

O vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), afastou a possibilidade do governo adotar novamente a contribuição sobre Movimentações Financeiras (CPMF), tributo extinto em 2007. O peemedebista se encontrou nesta quinta-feira (27) com o ex-presidente francês Nicolas Sarkozy em São Paulo. De acordo com uma reportagem do jornal "O Globo", o governo, pressionado pela queda na arrecadação, estuda recriar o tributo.

"Por enquanto, [a volta da CPMF] é burburinho. Vamos esperar o que vai acontecer nos próximos dias", disse Temer ao site G1. O vice afirmou ainda que, dentro do PMDB, não há intenção de aumentar tributos. "Por outro lado, há muitas vezes a necessidade, e eu não estou dizendo que nós vamos fazer isso, de se apoiar medidas de contenção e, talvez, a medida da CPMF seja uma dessas medidas. Mas a volta da CPMF não está sendo examinada pelo governo", declarou.

Notícias relacionadas