Política

Deputado flagrado vendo filme pornô na Câmara culpa amigos do WhatsApp

Flagrado enquanto assistia um vídeo pornô no plenário da Câmara dos Deputados, João Rodrigues (PSD-SC) culpou os amigos do aplicativo de mensagens WhatsApp pela suposta quebra de decoro. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/ SBT

Por Juliana Almirante no dia 29 de Maio de 2015 ⋅ 09:55

Flagrado enquanto assistia um vídeo pornô no plenário da Câmara dos Deputados, João Rodrigues (PSD-SC) culpou os amigos do aplicativo de mensagens WhatsApp pela suposta quebra de decoro. Em entrevista à Folha, ele explicou que frequentemente recebe os vídeos e só abre o arquivo para “ver do que se trata” antes de apagar. "Nesses grupos de WhatsApp que eu tenho, todo mundo tem, tem muitos amigos que mandam muita sacanagem", afirmou o deputado, que tem 48 anos, é casado e tem duas filhas.


Rodrigues é ex-radialista, está em seu segundo mandato como deputado federal e foi prefeito de duas cidades em Santa Catarina. Questionado sobre o assunto, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), disse que apenas se houver representação por quebra de decoro contra o deputado, ela será analisada. "Foi (pausa) uma conduta atípica... mas não tenho condição de avaliar neste momento", desviou. 

Notícias relacionadas

[Alckmin sobe tom contra Bolsonaro em propaganda eleitoral]
PolíticaELEIÇÕES 2018

Alckmin sobe tom contra Bolsonaro em propaganda eleitoral

Por Juliana Rodrigues no dia 21 de Setembro de 2018 ⋅ 09:20 em Política

Campanha do tucano atacou proposta de Paulo Guedes e associou polarização à transformação do Brasil em uma "nova Venezuela" 

[MPE acusa frase 'Haddad é Lula' de confundir eleitor]
PolíticaELEIÇÕES 2018

MPE acusa frase 'Haddad é Lula' de confundir eleitor

Por Marina Hortélio no dia 20 de Setembro de 2018 ⋅ 18:24 em Política

Ministério Público Eleitoral solicitou a supressão da propaganda, aplicação de multa e ressarcimento aos cofres públicos