Política

Neto afaga Cacá, mas faz mistério sobre aproximação com PP

O prefeito foi evasivo ainda ao comentar sobre a possibilidade do vice-governador da Bahia, João Leão, assumir o ministério da Saúde. “Só quem fala sobre isso é Michel Temer, João Leão e o PP”, disse. A articulação poderia tirar a legenda dos braços de Rui Costa (PT) e jogar nos braços da oposição [Ĺeia mais...]

[Neto afaga Cacá, mas faz mistério sobre aproximação com PP]
Foto : Alexandre Galvão / Metropress

Por Matheus Morais e Alexandre Galvão no dia 12 de Janeiro de 2018 ⋅ 11:59

Apesar da troca pública de afagos entre o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), e o deputado federal Cacá Leão (PP), o gestor da capital preferiu colocar a incerteza no baile sobre uma aliança entre os partidos na Bahia para a campanha deste ano.

“Eu tenho a maior estima por Cacá, grande parlamentar, reconheço o valor e o trabalho dele. Temos do ponto de vista nacional conversado muito, o PP e o DEM. Existe uma aproximação em curso que queremos construir para a eleição presidencial. Não tem discussão para a Bahia. Pode acontecer ou não? Não sei”, afirmou.

O prefeito foi evasivo ainda ao comentar sobre a possibilidade de o vice-governador da Bahia, João Leão, assumir o Ministério da Saúde. “Só quem fala sobre isso é Michel Temer, João Leão e o PP”, disse. A articulação poderia tirar a legenda dos braços de Rui Costa (PT) e jogar no colo da oposição.

Sobre o pedido do prefeito da Câmara de Salvador, Léo Prates (DEM), para que uma mulher negra ocupe uma vaga na chapa majoritária em 2018, Neto também saiu pela tangente. “Eu posso ficar muito à vontade porque na primeira eleição escolhi Célia [Sacramento] na minha vice, e isso foi algo inédito. Primeira mulher negra vice-prefeita. Ainda não posso falar da composição da chapa, pois não admiti que sou candidato, não quero agora fazer distinção de gênero, cor ou algo do tipo. Primeiro decido se sou candidato e depois definimos os critérios”, asseverou.

No grupo do prefeito, a deputada federal Tia Eron (PRB), que deseja estar na chapa majoritária, preenche os requisitos.

Comentarios

Notícias relacionadas