Política

Estado tem interesse de revitalizar abrigo D. Pedro II; Semps segue calada

A transferência de idosos do abrigo Dom Pedro II, na Cidade Baixa, continua sem movimentações e com destino incerto, segundo a promotora de Justiça do Ministério Público da Bahia (MP-BA), Rita Tourinho. Em entrevista à Rádio Metrópole hoje, a jurista declarou que ainda aguarda uma manifestação da Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps), capitaneada por Eronildes Vasconcelos (PRB), conhecida como Tia Eron. [Leia mais...]

[Estado tem interesse de revitalizar abrigo D. Pedro II; Semps segue calada]
Foto : Matheus Simoni/Metropress

Por Matheus Simoni no dia 08 de Março de 2018 ⋅ 18:54

A transferência de idosos do abrigo Dom Pedro II, na Cidade Baixa, continua sem movimentações e com destino incerto, segundo a promotora de Justiça do Ministério Público da Bahia (MP-BA), Rita Tourinho.

Em entrevista à Rádio Metrópole, a jurista declarou que ainda aguarda uma manifestação da Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps), capitaneada por Eronildes Vasconcelos (PRB), conhecida como Tia Eron. Ainda de acordo com a promotora, o MP foi informado pelo governo do Estado de que há interesse em assumir a gestão do espaço e revitalizar o local.

"É um assunto que tem interesse até do próprio Estado, que quer recuperar aquele imóvel e dar uma destinação aos idosos. Não há condição nem de mobilidade. O Estado estava tentando uma solução para essa questão do abrigo. A Semps tem alguns problemas, porque é uma estrutura complicada, trabalha muito com convênio e temos que ter um certo acompanhamento. Tive conhecimento da manifestação do Estado, mas nada sobre o que vai ser feito", declarou.

 

Notícias relacionadas