Política

Joesley Batista deixa carceragem da PF em São Paulo; passaporte fica retido

Foi beneficiado pelo mesmo habeas corpus o ex-diretor do grupo, Ricardo Saud, que foi preso junto com Joesley, mas estava detido na penitenciária da Papuda, em Brasília. [Leia mais...]

[Joesley Batista deixa carceragem da PF em São Paulo; passaporte fica retido]
Foto : Divulgação

Por Clara Rellstab no dia 10 de Março de 2018 ⋅ 08:30

O executivo Joesley Batista, dono da holding J&F – controladora do grupo JBS –, deixou na noite de ontem a carceragem da Superintendência da Polícia Federal (PF), em São Paulo, onde estava preso preventivamente desde setembro do ano passado.

A decisão de soltar o empresário foi do juiz federal Marcos Vinicius Reis Bastos, da 12ª Vara Federal de Brasília. Segundo o magistrado, a prisão do executivo era “flagrantemente aviltante ao princípio da razoável duração do processo”, já que a conclusão da instrução criminal deveria durar até 120 dias.

Foi beneficiado pelo mesmo habeas corpus o ex-diretor do grupo, Ricardo Saud, que foi preso junto com Joesley, mas estava detido na penitenciária da Papuda, em Brasília – a devolução do passaporte de ambos foi determinada.

Os executivos estavam presos preventivamente após terem sido acusados pela Procuradoria-Geral da República (PGR) de obstrução de Justiça, por supostamente terem ocultado informações em seus acordos de delação premiada.

Notícias relacionadas