Política

Após Toffoli rejeitar pedido para libertar Lula, defesa estuda novo recurso

Os advogados acreditam que mais um revés cristalizaria a derrota e, por isso, examinam ingressar com embargos de declaração na Corte

[Após Toffoli rejeitar pedido para libertar Lula, defesa estuda novo recurso]
Foto : Fellipe Sampaio /SCO/STF

Por Metro1 no dia 08 de Maio de 2018 ⋅ 08:20

Após a rejeição do ministro Dias Toffoli à reclamação que pedia a libertação do ex-presidente Lula (PT) à Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal, a defesa do petista ainda aguarda os próximos três votos, mas já estuda ingressar com novo recurso.

De acordo com a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, os advogados acreditam que mais um revés cristalizaria a derrota e, por isso, examinam pedir embargos de declaração na Corte.

Além de Toffoli e do relator Edson Fachin, que em todas as ocasiões votou contra o petista, os ministros Celso de Mello, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski também devem se manifestar sobre o caso.

 

Notícias relacionadas