Política

Freixo critica vazamentos no caso Marielle: ‘Foi muito ruim’

O deputado criticou também a intervenção federal no Rio de Janeiro

[Freixo critica vazamentos no caso Marielle: ‘Foi muito ruim’]
Foto : Tomaz Silva/ Agência Brasil

Por Alexandre Galvão / Gabriel Nascimento no dia 14 de Maio de 2018 ⋅ 09:50

Ex-chefe e amigo pessoal da vereadora Marielle Franco (PSOL), assassinada no Rio de Janeiro, o deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL-RJ) criticou os vazamentos sobre as investigações do caso.

Em entrevista à Rádio Metrópole, com Mário Kertész e José Eduardo, o parlamentar disse que o crime tem um “nível de sofisticação” e os vazamentos prejudicam a apuração. Reportagem de O Globo apontou a suposta participação de um vereador e milicianos no caso.

“Tivemos um vazamento muito grave de informação que veio de agentes da Polícia Federal. Foi muito ruim. Atrapalha demais a investigação. Elas tornam o depoimento fragilizado por ter vazado. Muita gente querendo aparecer com um episódio grave”, afirmou.

Ainda segundo o socialista, “quanto mais vazamento, maior a dificuldade” de apurar as mortes de Marielle e do motorista Anderson Gomes. O deputado criticou também a intervenção federal no Rio de Janeiro.

“Não tem resultados positivos. Somos críticos desde o início, e não é por posição. A gente acha que o Exército não pode fazer papel de polícia. Não é treinado para isso. Tem sua função importante, cuidar das fronteiras, cuidar da pátria. Mas policiamento ostensivo? É uma jogada do governo Temer”, sentenciou.

Notícias relacionadas

[Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos]
Política

Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos

Por Juliana Rodrigues no dia 20 de Setembro de 2019 ⋅ 10:40 em Política

Nova provocação entre os potenciais adversários nas eleições presidenciais de 2022 acontece em meio ao anúncio de investimentos da montadora Toyota em São Paulo