Política

Fachin avalia ouvir testemunhas antes de decidir sobre validade de delações da J&F

As acusações da J&F viraram denúncia formal da Procuradoria contra Aécio e duas denúncias contra Temer

[Fachin avalia ouvir testemunhas antes de decidir sobre validade de delações da J&F]
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Metro1 no dia 20 de Maio de 2018 ⋅ 15:40

O Ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luiz Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato na Corte, avalia ouvir novas testemunhas e vai definir se autoriza a produção de mais provas antes de decidir sobre a validade das delações premiadas de quatro executivos da J&F – Joesley Batista, Wesley Batista, Ricardo Saud e Francisco de Assis. Segundo o G1, a decisão vai ser tomada nos próximos dias.

Desde que foram fechados, em maio de 2017, os acordos geraram críticas, já que os delatores receberam a imunidade penal, ou seja, a impossibilidade de serem denunciados ou responderem a processos na Justiça.

As acusações dos executivos da J&F viraram denúncia formal da Procuradoria contra Aécio, que virou réu em ação penal no STF, e duas denúncias contra Temer, cujos processos foram suspensos por decisão da Câmara.

Notícias relacionadas

[Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos]
Política

Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos

Por Juliana Rodrigues no dia 20 de Setembro de 2019 ⋅ 10:40 em Política

Nova provocação entre os potenciais adversários nas eleições presidenciais de 2022 acontece em meio ao anúncio de investimentos da montadora Toyota em São Paulo