Política

Procurador ampliou fritura de Alckmin após se responsabilizar por inquérito

As movimentações no inquérito do Ministério Público que apura se tucano recebeu R$ 10,3 mi da Odebrecht via caixa dois em 2010 e 2014 arranharam imagem

[Procurador ampliou fritura de Alckmin após se responsabilizar por inquérito]
Foto : GOVESP

Por Metro1 no dia 22 de Maio de 2018 ⋅ 12:00

Tucanos receberam na semana passada pesquisa qualitativa que trouxe mais más notícias para o presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB).

Segundo a Folha de S. Paulo, as movimentações no inquérito do Ministério Público que apura se Alckmin recebeu R$ 10,3 milhões da Odebrecht via caixa dois em 2010 e 2014 arranharam a imagem do pré-candidato da sigla.

De acordo com a sondagem, pegou mal para o ex-governador paulista a decisão do procurador-geral de Justiça de São Paulo, Gianpaolo Smanio, de retirar o inquérito da promotoria original e o levá-lo para o próprio gabinete. Dias depois, Smanio voltou atrás.

Notícias relacionadas

[Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos]
Política

Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos

Por Juliana Rodrigues no dia 20 de Setembro de 2019 ⋅ 10:40 em Política

Nova provocação entre os potenciais adversários nas eleições presidenciais de 2022 acontece em meio ao anúncio de investimentos da montadora Toyota em São Paulo