Política

Último recurso de Azeredo no mensalão mineiro é rejeitado; tucano pode ir para prisão

A denúncia foi oferecida sob a alegação de que Azeredo faria parte de um esquema que desviou R$ 3,5 milhões de estatais

[Último recurso de Azeredo no mensalão mineiro é rejeitado; tucano pode ir para prisão]
Foto : Divulgação

Por Metro1 no dia 22 de Maio de 2018 ⋅ 14:13

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG) rejeitou na tarde de hoje (22) o último recurso do ex-governador de Minas Gerais, Eduardo Azeredo (PSDB). De acordo com o G1, ele foi condenado a 20 anos e 1 mês de prisão, pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro, por envolvimento no mensalão mineiro.

Com a recusa do recurso, ele pode ir para a prisão. A denúncia foi oferecida pelo MP (Ministério Público) sob a alegação de que o tucano faria parte de um esquema que desviou R$ 3,5 milhões de estatais mineiras para abastecer, em 1998, o caixa dois da campanha à reeleição.

Um dos operadores do desvio do recurso, segundo o MP, é o empresário Marcos Valério, que cumpre pena no mensalão que beneficiou o PT e outras legendas. Segundo a denúncia, estatais mineiras contrataram agências de publicidade de Valério. Parte do recurso, contudo, foi destinado à campanha de Azeredo.

Notícias relacionadas

[Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos]
Política

Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos

Por Juliana Rodrigues no dia 20 de Setembro de 2019 ⋅ 10:40 em Política

Nova provocação entre os potenciais adversários nas eleições presidenciais de 2022 acontece em meio ao anúncio de investimentos da montadora Toyota em São Paulo