Política

Ciro se esquiva sobre possibilidade de apoiar Haddad no segundo turno

Para candidato do PDT, a fala do petista representa "inexperiência e arrogância" dele e do próprio partido

[Ciro se esquiva sobre possibilidade de apoiar Haddad no segundo turno]
Foto : Ricardo Stuckert/Instituto Lula

Por Matheus Simoni no dia 19 de Setembro de 2018 ⋅ 15:20

O presidenciável do PDT, Ciro Gomes, não quis comentar a possibilidade de apoiar o candidato do PT, Fernando Haddad, em um eventual segundo turno contra Jair Bolsonaro (PSL).

Em entrevista à Rádio CBN na manhã de hoje (19), o pedetista se esquivou ao ser questionado a respeito da declaração de Haddad, dada no dia anterior à mesma emissora, de que tinha certeza que seria apoiado pelo pedetista no segundo turno das eleições.

"Nem a pau, Juvenal. Eu não cedo a instituto de pesquisa a minha responsabilidade com o meu país", afirmou Ciro, ao ser questionado se já pensa na possibilidade.

Para ele, a fala do petista representa "inexperiência e arrogância" dele e do próprio partido, já que a pesquisa Ibope divulgada ontem (18) mostra os dois candidatos empatados no cenário. "Ele está se precipitando como uma demonstração a mais de inexperiência e ou arrogância. A petezada costuma cultivar uma certa arrogância, uma certa superioridade, que não sei de onde tiraram isso. Ele já se acha vitorioso, já se acha no segundo turno e sabe que é o candidato marcado para perder", completou.

Notícias relacionadas