Política

FHC diz que carta aberta é destinada a eleitores, não a candidatos e partidos

Tucano disse ainda que defende há meses a criação do que chama de centro popular e progressista

[FHC diz que carta aberta é destinada a eleitores, não a candidatos e partidos]
Foto : Tânia Rêgo/Agência Brasil

Por Marina Hortélio no dia 22 de Setembro de 2018 ⋅ 17:30

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse hoje (22) no twitter que a carta divulgada na última quinta-feira (20), na qual pedia a união contra candidatos radicais, foi direcionada "aos eleitores e eleitoras, não aos candidatos ou aos partidos”. O texto não foi bem recebido pelos postulantes ao Planalto.

Na postagem, o tucano disse ainda que defende há meses a criação do que chama de centro popular e progressista.

Ao comentar a carta, o presidenciável do PSDB, Geraldo Alckmin, afirmou que, no momento, não vai procurar os outros candidatos. Ele disse ainda que a ideia á causar uma "reflexão junto ao eleitorado".

FHC defende, na carta, a união dos presidenciáveis considerados de centro para evitar uma vitória de Jair Bolsonaro (PSL) ou de Fernando Haddad (PT) na eleição presidencial. Os dois lideram as pesquisas de intenção de voto.

Notícias relacionadas