Política

Coronel diz que Wagner está ‘consolidado’ e cutuca Marcelo Nilo

Postulante ao Senado pelo PSD alfinetou ainda os adversários: “Nunca fui governador e não sou cantor gospel”

[Coronel diz que Wagner está ‘consolidado’ e cutuca Marcelo Nilo]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Rodrigo Daniel Silva/Gabriel Nascimento no dia 02 de Outubro de 2018 ⋅ 09:00

O candidato do PSD ao Senado, Angelo Coronel, sugeriu, em entrevista à Rádio Metrópole, que o companheiro de chapa, Jaques Wagner (PT), já está eleito e cutucou o deputado estadual Marcelo Nilo (PSB). 

O socialista declarou que não vai votar no presidente da Assembleia Legislativa da Bahia e manifestou apoio ao oposicionista Jutahy Magalhães Júnior (PSDB). 

“Wagner está consolidado por ser ex-governador e aqui, Angelo Coronel, está seguindo nesse vácuo para que meu nome se torne conhecido de todos os baianos. Nunca fui governador e não sou cantor gospel”, cutucou, sobre o principal adversário pela segunda vaga, Irmão Lázaro (PSC).

Ao dizer que não estava “criticando” Nilo, Coronel disse ter uma “armadura divina” contra os adversários.

“Que faz com que essas aves de mau agouro preguem nada contra a gente. Não estou criticando Marcelo, somos amigos, apesar de ele dizer que não vota comigo. Se fosse o inverso eu votaria. Se o time liderado por Rui define um grupo para disputar as eleições, um time unido, segue unido. Infelizmente, tem raras exceções que vão contra. […] Eu sou uma pessoa magnânime. Eu perdoo. No dia que encontrar, vou abraçar e, se Deus quiser, vou até convidar para a posse”, alfinetou.

Para Coronel, uma eventual vitória de Fernando Haddad (PT) à Presidência da República será uma “homenagem a Lula”.  “O povo está abraçando a candidatura de Haddad. É um grito da sociedade que quer homenagear Lula, mostrar que é um povo que não vai se render a caprichos da Justiça”, pontuou.

Notícias relacionadas