Política

Rejeição a Haddad supera a de Bolsonaro no Sul, Sudeste e Centro-Oeste, aponta Datafolha

Já Bolsonaro se manteve com rejeição estável na maioria das regiões. No Norte (45%) e Sul (35%) se manteve igual e no Sudeste oscilou para baixo, de 42% para 41%

[Rejeição a Haddad supera a de Bolsonaro no Sul, Sudeste e Centro-Oeste, aponta Datafolha]
Foto : Ricardo Stuckert

Por Alexandre Galvão no dia 03 de Outubro de 2018 ⋅ 08:00

Candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad viu a rejeição bater a de Bolsonaro (PSL) em três regiões do Brasil: Sul, Sudeste e Centro-Oeste. De acordo com a Folha, o capitão reformado, no entanto, ainda tem uma rejeição maior quando se considera todo o país, com 45%.

O Sul teve a maior alta nos números contrários ao petista. Em relação à pesquisa divulgada na sexta (28), a porcentagem de eleitores que diziam não votar de jeito nenhum no ex-prefeito de São Paulo pulou de 37% para 52%.

No Centro-Oeste e no Norte, a recusa cresceu nove pontos porcentuais. Respectivamente, foi de 35% para 44% e de 25% para 34%. Já no Sudeste, foi de 39% para 47%.

Mesmo no Nordeste, onde o petista tem os melhores resultados, passou a ser rejeitado por 26% dos entrevistados, contra 21% da pesquisa anterior.

Já Bolsonaro se manteve com rejeição estável na maioria das regiões. No Norte (45%) e Sul (35%) se manteve igual e no Sudeste oscilou para baixo, de 42% para 41%.

O Nordeste registrou uma queda de 61% para 56%, enquanto no Centro-Oeste subiu de 36% para 42%.

Segundo o Datafolha, se a eleição ocorresse no momento em que a pesquisa foi feita, Bolsonaro e Haddad estariam no segundo turno.

Notícias relacionadas