Política

Alckmin deve se manter neutro no segundo turno

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, diretórios estaduais do PSDB ficarão livres para se posicionar

[Alckmin deve se manter neutro no segundo turno]
Foto : José Cruz/Agência Brasil

Por Juliana Rodrigues no dia 09 de Outubro de 2018 ⋅ 15:00

Após a derrota nas eleições presidenciais de 2018, Geraldo Alckmin (PSDB) dá indícios de que não vai declarar apoio a Jair Bolsonaro (PSL), nem a Fernando Haddad (PT).

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, aliados dizem que o tucano deverá se opor a ambos os presidenciáveis e liberar os diretórios estaduais para tomarem as próprias decisões.

Ainda segundo a Folha, Alckmin segue na presidência nacional do PSDB até março de 2019.

Notícias relacionadas