Política

Após programa eleitoral de Haddad, buscas por Ustra na web aumentam

Militar chefiou órgãos de repressão política durante a ditadura e foi homenageado pelo candidato Jair Bolsonaro (PSL)

[Após programa eleitoral de Haddad, buscas por Ustra na web aumentam]
Foto : Wilson Dias/Agência Brasil

Por Juliana Rodrigues no dia 18 de Outubro de 2018 ⋅ 16:20

Após a exibição, na última terça (16), da propaganda eleitoral do presidenciável Fernando Haddad (PT) com exibição de depoimentos sobre a tortura durante a ditadura no Brasil e menções à admiração do adversário Jair Bolsonaro (PSL) pelo coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, que chefiou órgãos de repressão política, o Google registrou aumento repentino nas buscas pelo nome do militar.

No entanto, o maior pico de interesse foi registrado em abril de 2016, quando, na ocasião da votação do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, Bolsonaro dedicou seu voto à memória de Ustra.

Notícias relacionadas