Política

Marqueteiro do PSDB revela oferta para disparar mensagens no WhatsApp

Ontem (18), a Folha de S. Paulo revelou que empresas que financiaram a campanha de Jair Bolsonaro (PSL) estariam disparando mensagens contra o PT no WhatsApp

[Marqueteiro do PSDB revela oferta para disparar mensagens no WhatsApp]
Foto : Divulgação

Por Matheus Simoni no dia 19 de Outubro de 2018 ⋅ 12:00

Consultor de marketing digital da campanha de Geraldo Alckmin (PSDB), Marcelo Vitorino revelou ter recebido uma oferta de uma empresa que prometeu disparar no WhatsApp mensagens em favor de uma candidata do partido. A afirmação foi feita em entrevista ao jornal O Globo. De acordo com o marqueteiro, seria utilizada uma base de dados do aplicativo que atingiria 80 milhões de pessoas. 
 
Ao jornal, ele afirma ter tomado a decisão de tornar a oferta pública para alertar para o uso indevido do app durante as eleições de 2018. Ontem (18), a Folha de S. Paulo revelou que empresas que financiaram a campanha de Jair Bolsonaro (PSL) estariam disparando mensagens contra o PT no WhatsApp. Além de ser uma operação ilegal, já que a doação empresarial foi proibida no Brasil, não há como saber se a base de dados utilizada também é irregular.

Segundo O Globo, o consultor do PSDB não revelou qual seria o valor do serviço ofertado pela agência DOT Group. Procurada, a agência negou que tenha prometido uma base própria de contatos que alcance de 80 milhões de pessoas. O representante da empresa afirmou que a ideia era utilizar a lista do partido, que seria de 4 milhões de pessoas.

Notícias relacionadas