Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

‘A polícia vai mirar na cabecinha e... fogo’, diz novo governador do Rio de Janeiro

Para Witzel, a autorização para a polícia matar sem responsabilização não vai aumentar a letalidade do Estado

[‘A polícia vai mirar na cabecinha e... fogo’, diz novo governador do Rio de Janeiro]
Foto : Divulgação

Por Rodrigo Daniel Silva no dia 01 de Novembro de 2018 ⋅ 12:40

O governador eleito do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), reiterou que policiais que matarem quem portar fuzis não devem ser responsabilizados “em hipótese alguma”.

“O correto é matar o bandido que está de fuzil. A polícia vai fazer o correto: vai mirar na cabecinha e... fogo! Para não ter erro”, disse, em entrevista ao jornal Estado de São Paulo.

Para Witzel, a autorização para a polícia matar sem responsabilização não vai aumentar a letalidade do Estado, mas sim "reduzir os índices de bandido de fuzil em circulação".

Notícias relacionadas

[Se Deus quiser vou continuar meu mandato, diz Bolsonaro]
Política

Se Deus quiser vou continuar meu mandato, diz Bolsonaro

Por Juliana Rodrigues no dia 21 de Janeiro de 2021 ⋅ 10:05 em Política

Em conversa com apoiadores, presidente ainda responsabilizou governo do Amazonas e prefeitura de Manaus pelo caos na saúde da capital: "Todo mundo me culpa. Tudo sou eu"