Política

Boca Quente: A briga dos ‘Brunos’ e ACM Neto de namorada nova

Coluna traz ainda os nomes mais cotados para deixar o governo Rui Costa

[Boca Quente: A briga dos ‘Brunos’ e ACM Neto de namorada nova]
Foto : Divulgação

Por Jornal da Metrópole no dia 08 de Novembro de 2018 ⋅ 09:20

Briga de Brunos 
O clima nos corredores do Palácio Thomé de Souza não anda nada bom com os atraques entre o vice-prefeito, Bruno Reis, e o secretário de Educação, Bruno Barral. O motivo, dizem aliados, são as licitações da merenda e do transporte escolar. Queda de braço das boas.  

Será que entra?
O trade, políticos e todos os santos da Bahia rezam para que o Turismo não volte para o grupo do PSB. Nos governos Wagner, a legenda comandada por Lídice da Mata mandou e desmandou no setor. Nada funcionou direito e o resultado é esse que está aí: desolador e muita dor de cabeça. 

Será que sai?
Nome cotado para deixar o primeiro escalão do governo Rui é o de José Alves, comandante do Turismo. Indicado do PR, partido que minguou nessa eleição, Alves está de malas prontas. Além dele, deve pegar o caminho de casa o presidente da Prodeb, Samuel Araújo.

Novo ninho? 
A chegada de Jair Bolsonaro (PSL) ao poder deve renovar a lista de “amigos” dele na política. Um dos primeiros a aparecer para o novo todo poderoso da República é o deputado baiano Antonio Imbassahy (PSDB). Na primeira visita de Bolsonaro ao Congresso, Imbassahy bateu ponto. 

“Muy amigos”
Não convide o prefeito ACM Neto (DEM) e Imbassahy para o mesmo lugar. O motivo da briga não poderia ser outro: a eleição. Aliados do ex-prefeito dizem que ele credita a derrota ao atual comandante da capital. Viu João Roma (PRB) levar os votos de Imbassahy e nada fez. 

Confusão à vista   
Todos os deputados concordam que a briga pela presidência da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) vai ser feia. A disputa entre os aliados do governador Rui Costa vai ser vitaminada pela escassez de benesses do novo governo federal.  Agora é cada um por si. 

Amor, I love you
Todos os auxiliares do prefeito ACM Neto já sabem: ele está de coração ocupado. A informação só não pipocou ainda na imprensa pelo tom mais discreto que o democrata tem adotado nessa nova relação. Depois dos últimos términos, Neto está com medo de ficar com fama de namorador. 

Notícias relacionadas

[Moro deve trocar comando da Polícia Federal]
Política

Moro deve trocar comando da Polícia Federal

Por Marina Hortélio no dia 17 de Novembro de 2018 ⋅ 08:30 em Política

De acordo com a Folha, o atual superintendente da PF do Paraná, o delegado Maurício Valeixo, é um dos principais cotados para assumir o posto de diretor-geral da PF ou in...