Política

Eduardo Bolsonaro rejeita acordo com PGR sobre denúncia de suposta ameaça

Com a negativa, o deputado federal continua a responder ao processo criminal

[Eduardo Bolsonaro rejeita acordo com PGR sobre denúncia de suposta ameaça]
Foto : Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Por Marina Hortélio no dia 13 de Novembro de 2018 ⋅ 19:20

A defesa do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) informou ao Supremo Tribunal Federal que não aceita o acordo proposto pela Procuradoria Geral da República no caso em que é acusado de ameaçar uma jornalista.

Caso aceitasse o acordo, o parlamentar deveria pagar multa e prestar serviços à comunidade. Com a negativa, Eduardo continua a responder ao processo criminal.

O filho do presidente eleito alega ser inocente e pediu a abertura de uma novo prazo para responder formalmente à acusação. A denúncia é de que o deputado teria ameaçado a jornalista Patrícia Lélis depois dela ter negado ter ser namorada de Eduardo.

Notícias relacionadas

[Ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro deixa a prisão]
Política

Ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro deixa a prisão

Por Matheus Simoni no dia 17 de Setembro de 2019 ⋅ 16:27 em Política

De acordo com a colaboração do ex-presidente da empresa, ele ficará preso em casa com monitoramento de tornozeleira eletrônica