Política

Bolsonaro recua e avalia Guilherme Shelb como ministro da Educação

Atualmente, Shelb é defensor do projeto Escola Sem Partido e já se posicionou favorável ao tema em comissão especial sobre o assunto em 2017, além de ser contra “discussão de gênero” nas escolas

[Bolsonaro recua e avalia Guilherme Shelb como ministro da Educação]
Foto : Reprodução/Facebook

Por Matheus Simoni no dia 22 de Novembro de 2018 ⋅ 11:00

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) voltou a adotar tom de mistério a respeito da definição sobre o Ministério da Educação. Em entrevista hoje (22), em visita ao Comando da Marinha para se encontrar com comandantes para as Forças Armadas (Marinha, Exército e Aeronáutica), ele afirmou que vai conversar com o procurador regional da República do Distrito Federal Guilherme Shelb sobre o assunto.

Atualmente, Shelb é defensor do projeto Escola Sem Partido e já se posicionou favorável ao tema em comissão especial sobre o assunto em 2017, além de ser contra “discussão de gênero” nas escolas.

A avaliação do nome do procurador é uma reação à indicação do educador Mozart Neves, do Instituto Ayrton Senna, considerado mais moderado. Shelb foi indicado para agradar a bancada evangélica, que não gostou da primeira opção de Bolsonaro para o cargo. “Converso com todo mundo. Nem sei se ele (Mozart) estará aqui hoje, mas, se estiver, vou conversar. Precisamos ter um bom nome técnico”, disse o presidente eleito.

Notícias relacionadas