Política

Lava Jato denuncia Lula por lavagem de dinheiro em negócio na Guiné Equatorial

Em troca, o valor de R$ 1 milhão teria sido pago ao Instituto Lula, em forma de doação

[Lava Jato denuncia Lula por lavagem de dinheiro em negócio na Guiné Equatorial]
Foto : Ricardo Stuckert/PT

Por Matheus Simoni no dia 26 de Novembro de 2018 ⋅ 12:28

A Força Tarefa da Operação Lava Jato em São Paulo denunciou hoje (26) o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo crime de lavagem de dinheiro por uma doação de R$ 1 milhão para intermediar discussões entre o governo de Guiné Equatorial e o grupo brasileiro ARG para a instalação da empresa no país.

Segundo a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), formalmente, a Justiça Federal aponta que "usufruindo de seu prestígio internacional, Lula influiu em decisões do presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang, que resultaram na ampliação dos negócios do grupo brasileiro ARG no país africano".

Em troca, o valor teria sido pago ao Instituto Lula, em forma de doação. O petista teria recebido a quantia dissimulada em forma de uma doação da empresa ao Instituto Lula, entre setembro de 2011 e junho de 2012. Lula está preso na sede da Polícia Federal em Curitiba, no Paraná, condenado a 12 anos de prisão por lavagem de dinheiro e corrupção no caso do triplex no Guarujá (SP).

Além de Lula, o MPF denunciou ainda o controlador do grupo ARG, Rodolfo Giannetti Geo, pelos crimes de tráfico de influência em transação comercial internacional e lavagem de dinheiro. 

Notícias relacionadas

[Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos]
Política

Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos

Por Juliana Rodrigues no dia 20 de Setembro de 2019 ⋅ 10:40 em Política

Nova provocação entre os potenciais adversários nas eleições presidenciais de 2022 acontece em meio ao anúncio de investimentos da montadora Toyota em São Paulo