Política

Moro critica projeto de lei que abranda crimes políticos

O texto que altera execução penal depende de Rodrigo Maia para ir à votação

[Moro critica projeto de lei que abranda crimes políticos]
Foto : Arquivo/Agência Brasil

Por Lara Ferreira no dia 26 de Novembro de 2018 ⋅ 15:40

O futuro ministro da Justiça, Sergio Moro, teceu críticas hoje (26) a um projeto de lei que altera regras da execução penal no Brasil. Ele afirmou que texto que circula na Câmara não representa o que a população escolheu nas urnas.

De acordo com a Folha, parlamentares de partidos envolvidos nas investigações da Lava Jato insistem que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), coloque em votação nas próximas semanas, projeto que altera as regras de execução penal no Brasil, suavizando a punição de diversos crimes, incluindo práticas ilícitas dentro da política. 

“O projeto pode colocar em liberdade criminosos das mais variedades espécies. Não se resolve o problema da criminalidade simplesmente soltando criminosos. Assim, a sociedade fica refém desta atividade. Não me parece que a mensagem dada pela população brasileira nas eleições não tenho sido exatamente essa”, disse ele à Folha. 

Moro afirmou ainda que realizou telefonema para o presidente da Câmara pedindo que o projeto não fosse levado à votação, já que, caso aprovado, prejudicaria o combate à corrupção.

Notícias relacionadas