Política

AL-BA condiciona aprovação de remodelação do Estado a suplementação de R$ 80 mi

No ano passado, Coronel comemorou o fato de a AL-BA devolver R$ 555 mil aos cofres públicos

[AL-BA condiciona aprovação de remodelação do Estado a suplementação de R$ 80 mi]
Foto : Sandra Travassos/ALBA

Por Alexandre Galvão no dia 27 de Novembro de 2018 ⋅ 07:25

Com pires na mão, a Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) quer suplementação de, mais ou menos, R$ 80 milhões. De acordo com informações obtidas pelo Metro1, o valor é o necessário para fechar a conta no limite de gastos da Casa. 

A conta é simples: com a aprovação do Plano de Cargos e Salários, a casa gastará R$ 58 milhões por ano. Soma-se a isso uma fatia de R$ 13 milhões para aposentados. Além desse montante, que soma mais de R$ 70 milhões, tem ainda o incêndio, que engatilhou despesas não programadas. 

Com a conta por fechar, a Casa deve barganhar com o governo. O pacote de projetos de remodelação do Estado – com corte de gastos e extinção de empresas – só deve ser aprovado depois da novela do Legislativo ter um desfecho positivo. O comando da Casa esbarra no governador, que já declarou que não irá dar mais dinheiro para a AL-BA e nem para o Tribunal de Justiça.

No ano passado, o presidente da Assembleia, Angelo Coronel comemorou o fato de a AL-BA devolver R$ 555 mil aos cofres públicos. 

Notícias relacionadas