Política

Neto refuta 'ideologia de direita' e diz ser contra Escola Sem Partido 

"Sou contra a discussão da Escola Sem Partido. Sou contra esse projeto"

[Neto refuta 'ideologia de direita' e diz ser contra Escola Sem Partido ]
Foto : Tácio Moreira /Metropress

Por Alexandre Galvão / Matheus Simoni no dia 27 de Novembro de 2018 ⋅ 08:28

Apesar de ensaiar um apoio ao governo do presidente eleito Jair Bolsonaro, ACM Neto (DEM) afirmou ser contra a implementação de uma "ideologia de direita" em alguns setores do governo. Segundo o democrata, é "louvável" retirar o viés de esquerda do Ministério das Relações Exteriores, mas não é salutar ignorar parceiros comerciais que têm governos com aspecto ideológico contrário ao de Bolsonaro. 

"Quero aguardar o início do trabalho, mas existem coisas que não dá para aceitar. Acho louvável retirar o viés ideológico nas Relações Exteriores. A gente sabe que o PT se aproximou muito dos bolivarianos, mas não se pode ir para um extremo. Nada justifica que se imprima uma ideologia de direita no ministério. É um ministério que vai representar o Estado e tem que ter uma visão pragmática. Precisamos exportar cada vez mais para que o saldo seja melhor para o país. Com ideologia, isso não vai ser feito", declarou, em entrevista a Mário Kertész, na Rádio Metrópole

O prefeito disse ainda ser contra o projeto Escola Sem Partido, que busca acabar com a "doutrinação de esquerda" nas salas de aula. 

"Sou contra a discussão da Escola Sem Partido. Sou contra esse projeto. Sabemos que o professor, que é quem dá aula, é um ser humano. Ele tem as opiniões dele. Alguns falam que os professores estão militando em sala de aula. São exceções que devem ser tratadas como exceções. Mas censurar é completamente descabido", disse Neto, que ainda falou da iniciativa de Bolsonaro de querer olhar as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) antes da aplicação das avaliações.

"Não dá para imprimir um viés ideológico. Eu, como presidente, jamais iria querer ver a prova do ENEM, isso não existe", finalizou.

Notícias relacionadas

[PSL deve suspender Eduardo Bolsonaro por críticas ao partido]
Política

PSL deve suspender Eduardo Bolsonaro por críticas ao partido

Por Juliana Rodrigues no dia 20 de Outubro de 2019 ⋅ 09:00 em Política

“Precisamos salvar o Brasil dos filhos do presidente”, disse o deputado Júnior Bozzella (SP), que é um dos principais porta-vozes do presidente da sigla, Luciano Bivar