Política

PGR recomenda aprovação de contas de Bolsonaro com ressalvas

Segundo ela, há "boa fé" de Bolsonaro e de seu vice Hamilton Mourão (PRTB)

[PGR recomenda aprovação de contas de Bolsonaro com ressalvas]
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Matheus Simoni no dia 27 de Novembro de 2018 ⋅ 11:40

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, enviou hoje (27) um parecer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) recomendando a aprovação com ressalvas das contas do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). Segundo a PGR, foram encontradas irregularidades que somam R$ 171 mil, o que representa 3,9% do total de gastos – sendo  R$ 113,2 mil nas receitas e de R$ 58,3 mil no total de gastos.

Mesmo assim, Dodge declarou que as inconsistências registradas não comprometem a prestação de contas. Segundo ela, há "boa fé" de Bolsonaro e de seu vice Hamilton Mourão (PRTB).

"Assim, houve preservação do princípio da transparência e do controle social quanto à identificação dos doadores, bem como da possibilidade de divulgação dos dados da doação, de modo que a irregularidade apontada pela Asepa [técnicos do TSE] é de natureza formal e não compromete a confiabilidade das contas prestadas", declara a procuradora em um dos trechos do documento.

Notícias relacionadas