Política

Moro quer seguir modelo da Operação Lava Jato no Ministério da Justiça

Moro demonstra que vai tratar como prioridade o combate à corrupção e a redução dos números de violência

[Moro quer seguir modelo da Operação Lava Jato no Ministério da Justiça]
Foto : Valter Campanato/Agência Brasil

Por Marina Hortélio no dia 28 de Novembro de 2018 ⋅ 15:20

O futuro ministro da Justiça, Sergio Moro, vem demonstrando que vai tratar como prioridade o combate à corrupção e a redução dos números de violência, duas das principais bandeiras de campanha do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL).

Desde que foi escolhido para o cargo, o ex-juiz tem como modelo declarado a Operação Lava Jato. A estrutura anunciada por Moro tem como objetivo central de mirar o combate à lavagem de dinheiro, tanto para crimes de corrupção como para tráfico de drogas, e, de outro lado, trabalhar em cima da integração entre policiais de todo o país.

Para cinco dos principais postos do próximo ministério, Moro indicou membros da Polícia Federal: Maurício Valeixo, diretor-geral da Polícia Federal, Luiz Pontel de Souza, secretário-executivo, Rosalvo Ferreira, secretário de Operações Policiais Integradas, Fabiano Bordigon, chefe do Depen (Departamento Penitenciário Nacional) e Erika Marena, chefe do DRCI (Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação).

Notícias relacionadas