Política

Secretário acusa governador de inventar dados sobre Educação de Salvador

Em entrevista à Rádio Metrópole, Bruno Barral ainda comentou a proposta de união de escolas estaduais apresentada por Rui

[Secretário acusa governador de inventar dados sobre Educação de Salvador]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Matheus Simoni / Juliana Rodrigues no dia 03 de Dezembro de 2018 ⋅ 10:40

O secretário municipal de Educação, Bruno Barral, reclamou das declarações feitas pelo governador Rui Costa (PT) sobre a Educação do município de Salvador e a gestão do prefeito ACM Neto (DEM), em entrevista à Rádio Metrópole. Para o chefe da pasta, o petista forneceu dados que não condizem com a realidade vivida pela capital baiana.

"Fico impressionado com a capacidade do governador inventar números da educação. Não sabe o que a cidade fez pela educação infantil. Foi a capital do país que atingiu a meta do IDEB de 2021. Quando se olha a Educação do governo do Estado, é o pior estado desde 2005. E ainda inventou dados sobre 17 mil vagas do ensino fundamental", declarou, durante entrevista a José Eduardo no Jornal da Bahia no Ar.

Barral comentou, ainda, a proposta de união de escolas estaduais apresentada por Rui durante a entrevista. "Ele falou que vai fazer um tipo de união que eu não consegui entender, como se fosse Anchieta-Anchietinha e Vieira-Vieirinha, e vai derrubar muro de escola. Mas é totalmente o contrário. As escolas privadas hoje separam o ensino infantil e fundamental porque os interesses das crianças são totalmente diferentes. Ele se atrapalha todo, fala de uma forma que não pega bem. Tem muito a se fazer, mas ficar inventando número para o povo que não cabe, é um estelionato que ele comete", alfinetou.

Notícias relacionadas