Política

Relator da reforma trabalhista deve assumir cargo no ministério de Guedes

Rogério Marinho (PSDB-RN) é cotado para assumir o cargo de secretário adjunto na Secretaria de Trabalho e Previdência

[Relator da reforma trabalhista deve assumir cargo no ministério de Guedes ]
Foto : Wilson Dias/Agência Brasil

Por Marina Hortélio no dia 03 de Dezembro de 2018 ⋅ 15:00

O relator da reforma trabalhista, o deputado federal Rogério Marinho (PSDB-RN), é cotado para assumir o cargo de secretário adjunto na Secretaria de Trabalho e Previdência.

Com a extinção e partilha do Ministério do Trabalho, a secretaria vai ficar dentro do superministério da Economia, que vai ser criado na gestão Bolsonaro e vai ser chefiado pelo economista Paulo Guedes.

Com o novo organograma, Trabalho e Previdência ficam dentro da Secretaria da Receita, que vai ser comandada por Marcos Cintra.

Nas eleições deste ano, Marinho recebeu recursos de vários empresários durante a campanha, mas não conseguiu se reeleger.

Em entrevista realizada hoje (3), o futuro chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o governo de Jair Bolsonaro vai extinguir o Ministério do Trabalho. De acordo com ele, as atribuições da pasta vão ser divididas entre Economia, Cidadania e Justiça.

Notícias relacionadas

[Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos]
Política

Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos

Por Juliana Rodrigues no dia 20 de Setembro de 2019 ⋅ 10:40 em Política

Nova provocação entre os potenciais adversários nas eleições presidenciais de 2022 acontece em meio ao anúncio de investimentos da montadora Toyota em São Paulo