Política

Defesa de Haddad pede trancamento de ação penal contra o petista

O ex-prefeito de São Paulo é acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro

[Defesa de Haddad pede trancamento de ação penal contra o petista]
Foto : Rovena Rosa/Agência Brasil

Por Lara Ferreira no dia 07 de Dezembro de 2018 ⋅ 16:00

A defesa do candidato derrotado à Presidência da República, Fernando Haddad (PT), solicitou o trancamento da ação penal em que o petista é réu acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A denúncia é proveniente da delação premiada de Ricardo Pessoa, da UTC.

Em novembro do ano passado, o juiz Leonardo Barreiros, da 5ª Vara Criminal da Barra Funda, na capital paulista, aceitou a denúncia feita pelo Ministério Público. De acordo com o promotor Marcelo Mendroni, Haddad recebeu R$ 2,6 milhões em propina da UTC para quitar dívidas da campanha de 2012 para prefeito de São Paulo.

No pedido de habeas corpus do dia 23 do mês passado, a defesa de Haddad pede que seja efetivado o trancamento “haja vista a inépcia da denúncia e a absoluta ausência de justa causa para ação penal".

Os advogados argumentam que a denúncia não apresenta provas de que o petista tenha solicitado ou recebido qualquer valor de Pessoa. 

Notícias relacionadas