Política

Amizade e política se misturam, diz Eduardo Bolsonaro sobre movimentaçõeas de ex-assessor

Coisas “acabam se misturando”, diz deputado

[Amizade e política se misturam, diz Eduardo Bolsonaro sobre movimentaçõeas de ex-assessor]
Foto : Valter Campanato/Agência Brasil

Por Leonardo Sousa no dia 08 de Dezembro de 2018 ⋅ 19:30

O deputado reeleito Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) disse que amizade e política podem se misturar no gabinete, e “às vezes ocorre de emprestar dinheiro”, ao falar sobre movimentações financeiras atípicas que levantaram suspeita sobre Fabrício Queiroz, ex-assessor do presidente eleito e seu pai, Jair Bolsonaro. 

Em evento da primeira Cúpula Conservadora das Américas, que está sendo sediada em Foz do Iguaçu (PR), Eduardo declarou que é comum, pelo estilo de política que a família faz, criar laços de amizade no ambiente de trabalho. Ele contou que um assessor, por exemplo, já o ajudou a vender um carro. As coisas “acabam se misturando”, disse.

Eduardo falou ainda sobre a briga com Joice Hasselman, colega de partido e deputada federal eleita por São Paulo. Uma discussão recente entre os dois num grupo de WhatsApp do PSLO acabou vazando. “Discussões internas são até saudáveis. Vamos combinar, qual partido que pensa 100% igual? Não existe isso. O que ocorreu ali foi o vazamento de uma discussão de WhastApp em que a gente estava lavando roupa suja", amenizou.

Notícias relacionadas

[PSL pede entendimento de Bolsonaro com o partido]
Política

PSL pede entendimento de Bolsonaro com o partido

Por Metro1 no dia 15 de Outubro de 2019 ⋅ 18:44 em Política

Sigla destaca que é a única com 98% de votações favoráveis ao governo federal e que não compactua com eventuais desgastes

[PF montou em um dia operação contra Bivar]
Política

PF montou em um dia operação contra Bivar

Por Alexandre Galvão no dia 15 de Outubro de 2019 ⋅ 11:00 em Política

Além da casa de Bivar no Recife e da sede do partido, estão entre os alvos endereços de três ex-candidatas do PSL