Política

'Algo tem aí', diz Mourão sobre ex-motorista de Flávio Bolsonaro

O vice-presidente eleito disse o episódio precisa ser melhor esclarecido

['Algo tem aí', diz Mourão sobre ex-motorista de Flávio Bolsonaro]
Foto : Ivan Andrade / Agência Brasil

Por Daniel Brito no dia 09 de Dezembro de 2018 ⋅ 11:30

O vice-presidente eleito, general Hamilton Mourão (PRTB), disse ontem (8) ao blog da jornalista Andréia Sadi que o caso de Fabrício Queiroz, ex-motorista de Flávio Bolsonaro, em um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) por ter movimentado R$ 1,2 milhão em um ano, precisa ser melhor explicado.

"O ex-motorista, que conheço como Queiroz, precisa dizer de onde saiu este dinheiro. O Coaf rastreia tudo. Algo tem, aí precisa explicar a transação, tem que dizer", afirmou. Mourão disse ainda que Queiroz foi seu soldado em 1987, quando deixou as Forças Armadas.

Perguntado se a explicação do presidente eleito foi satisfatória, Mourão reforçou que o ex-motorista precisa esclarecer o episódio. "Ele colocou a justificativa dele. Ele já disse que foi um empréstimo. O Queiroz precisa explicar agora", acrescentou.

Questionado pela publicação sobre a postura do futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, que se irritou na última sexta-feira (7) quando foi perguntado sobre o assunto por jornalistas, Mourão defendeu que o governo sempre dê explicações à sociedade. "Senão fica parecendo que está escondendo algo", completou.
 

Notícias relacionadas