Política

Dodge diz que não vê riscos de anulação de decisões da Lava Jato com votação do caixa 2

O STF voltou hoje a discutir o tema

[Dodge diz que não vê riscos de anulação de decisões da Lava Jato com votação do caixa 2]
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Lara Curcino no dia 14 de Março de 2019 ⋅ 19:30

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, afirmou hoje (14) que não vê risco, no momento, de qualquer anulação das decisões da Operação Lava Jato se o Supremo Tribunal Federal (STF) vote para que casos de corrupção relacionados ao caixa 2 sejam processados pela Justiça Eleitoral. 

“Eu não vejo esse risco no momento. mas é preciso avaliar tudo isso com muito cuidado e manter o foco. Não perderemos o foco contra a corrupção e contra a impunidade no país”, afirmou Dodge pouco antes da retomada do julgamento que decide o destino de processos de corrupção e caixa 2.

A procuradora garantiu ainda que vai respeitar qualquer que seja a decisão tomada e vai trabalhar para impedir que a Lava Jato corra riscos. “Eu espero que a decisão de hoje seja na linha que defendi. Se não for, a minha instituição e eu respeitaremos essa decisão, mas é preciso reorganizar as forças instituições com os instrumentos jurídicos que temos para continuar enfrentando o crime organizado, corrupção e lavagem de dinheiro”, disse.

Notícias relacionadas