Política

Carlos Bolsonaro empregou assessor ligado a Fabrício Queiroz

Márcio da Silva Gerbatim atuou como motorista do vereador carioca por dois anos, até ser exonerado para se tornar assessor de Flávio Bolsonaro na Alerj

[Carlos Bolsonaro empregou assessor ligado a Fabrício Queiroz]
Foto : Caio Cesar/CMRJ

Por Juliana Rodrigues no dia 15 de Abril de 2019 ⋅ 11:40

O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) empregou em seu gabinete na Câmara Municipal do Rio de Janeiro um funcionário ligado ao ex-policial militar Fabrício Queiroz, ex-assessor do ex-deputado estadual e atual senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ). Queiroz é pivô da crise que envolve Flávio, por suspeita de captação ilícita de salários de servidores da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), na época em que trabalhava com o então deputado. As informações são do Estadão.

Márcio da Silva Gerbatim é ex-marido da atual mulher de Queiroz e pai da sua enteada. Ele esteve lotado como motorista por dois anos no gabinete de Carlos, filho do meio do presidente Jair Bolsonaro. Gerbatim ocupou a função entre abril de 2008 e abril de 2010, até ser exonerado para se tornar assessor-adjunto de Flávio na Alerj. Ele ficou no cargo até maio de 2011.

No mesmo dia em que Gerbatim trocou a Câmara Municipal pela Assembleia, Carlos Bolsonaro nomeou um ex-assessor do irmão, Claudionor Gerbatim de Lima, que acabara de ser exonerado do gabinete de Flávio.

Procurado pelo Estadão, Carlos Bolsonaro negou, por meio de nota, que Queiroz tenha tido influência em seu gabinete na Câmara Municipal, onde é vereador desde 2001.

Notícias relacionadas