Política

Maia cobra que Bolsonaro 'faça política' em prol da reforma da Previdência

O presidente da Câmara também fez um alerta para o fato de que o governo ainda não tem votos suficientes para aprovar o texto

[Maia cobra que Bolsonaro 'faça política' em prol da reforma da Previdência]
Foto : Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Por Juliana Rodrigues no dia 24 de Abril de 2019 ⋅ 08:40

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que o governo de Jair Bolsonaro precisa "fazer política" e assumir a importância da aprovação da reforma da Previdência. Segundo o deputado, o próprio presidente tem participação "do lado negativo", ao se dizer contrário à proposta, e precisa ter clareza de que a reforma é boa para o Brasil. As informações são do Estadão.

Na avaliação de Maia, o governo se omitiu, exceto pela participação do ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. "Nós queremos que ele (Bolsonaro) entenda que, se ele representa todos os 200 milhões de brasileiros, se ele aprovar a Previdência, ele vai garantir aposentadoria e empregos para os brasileiros".

Em algumas ocasiões, o presidente chegou a dizer que, se pudesse, não aprovaria a reforma da Previdência, mas sempre fez a ressalva de que a medida é necessária.

Maia ainda afirmou que o governo precisa dialogar e construir uma base de apoio que não seja composta apenas pelo partido do presidente.

O presidente da Câmara fez um alerta para o fato de que o governo ainda não tem votos suficientes para aprovar o texto. Para melhorar a articulação, Maia sugeriu a Bolsonaro que seu governo "faça política". "Não existe velha ou nova política. Existe política", disse.

Notícias relacionadas