Política

Correção: Câmara mantém veto a projeto de agentes comunitários

Os legisladores votam projeto por projeto, de forma nominal

[Correção: Câmara mantém veto a projeto de agentes comunitários]
Foto : Divulgação

Por Alexandre Galvão / Adelia Felix no dia 11 de Setembro de 2019 ⋅ 16:13

A Câmara Municipal de Salvador (CMS) manteve hoje (11) um veto do prefeito ACM Neto (DEM) ao projeto do vereador e líder da oposição, Sidninho (Podemos), que acrescenta os agentes comunitários de saúde e de combate a endemias à categoria ao Grupo Profissional de Saúde, e permite o acúmulo de cargos. Os legisladores votam projeto por projeto, de forma nominal. Por iniciativa do presidente da Casa, Geraldo Júnior (SD), apenas vetos a projetos de vereadores presentes na sessão são analisados.

A Casa analisa 16 propostas que foram rejeitas pelo Executivo. Desde o início da sua gestão, o democrata já enviou para Casa 95 vetos. “Pode ser por dois motivos, primeiro porque a gente estimula uma produção legislativa mais intensa do que no passado, e segundo que a gente tem uma análise mais criteriosa. A gente não pode aprovar lei por aprovar, de qualquer jeito”, rebateu ACM Neto.

Notícias relacionadas