Política

Dilma diz ser "impossível" ligação entre ela e esquema na Petrobras

A presidente Dilma Rousseff declarou, em entrevista a um canal francês que foi ao ar nesta segunda-feira (8), que é “impossível” qualquer ligação entre ela e o esquema de corrupção da Petrobras desarticulado na Operação Lava Jato da Polícia Federal. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Elza Fiúza/ Agência Brasil

Por Juliana Almirante no dia 08 de Junho de 2015 ⋅ 15:51

A presidente Dilma Rousseff declarou, em entrevista ao canal France 24 que foi ao ar nesta segunda-feira (8), que é “impossível” qualquer ligação entre ela e o esquema de corrupção da Petrobras desarticulado na Operação Lava Jato da Polícia Federal. Ao responder a pergunta de um jornalista, Dilma disse que “lutará até o fim” para mostrar que não fez parte do escândalo.


“Eu não estou ligada [ao escândalo]. Eu não respondo a esta questão porque eu não estou ligada. Eu sei que não estou nisso. É impossível. Eu lutarei até o fim para demonstrar que eu não estou ligada. Tenho uma história por trás de mim. Neste sentido, eu nunca tive uma única acusação contra mim por qualquer malfeito. Então, não é uma questão de ‘se’. Eu não estou ligada”, disse a presidente.


Dilma ainda minimizou o esquema ao afirmar que não pode ser chamado de “escândalo da Petrobras” porque “cinco funcionários” se envolveram nas irregularidades. “E é muito importante entender que a Petrobras tem mais de 30 mil empregados e tem cinco envolvidos. O escândalo da Petrobras não é escândalo da Petrobras: é escândalo de um determinado funcionário que era diretor na Petrobras”, disse.

Notícias relacionadas