Política

Cliente de Wajngarten viral líder em recebimento de verbas publicitárias da Secom

Na gestão do atual secretário da pasta, a Artplan já obteve R$ 70 milhões dos cofres públicos

[Cliente de Wajngarten viral líder em recebimento de verbas publicitárias da Secom]
Foto : Anderson Riedel/PR

Por Lara Curcino no dia 20 de Janeiro de 2020 ⋅ 08:00

A agência de publicidade Artplan, cliente de uma empresa privada de Fabio Wajngarten, chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom), passou a ser a companhia com mais verbas distribuídas pela pasta na atual gestão. 

Com Wajngarten à frente da Secom, a Artplan já recebeu R$ 70 milhões dos cofres públicos, entre 12 de abril e 31 dezembro do ano passado, o que representa um aumento de 36% em relação ao mesmo período de 2018 (R$ 51,5 mi). O levantamento foi feito pela Folha.

Até Wajngarten assumir o cargo, a empresa que mais recebia verba de propaganda era a Calia Y2. Durante o governo de Michel Temer (MDB), ela recebia 40% a mais do que o valor atual de R$ 57,1 mi. 

O dono da Calia Y2 é irmão de Elsinho Mouco, marqueteiro do ex-presidente. Ele não possuía um cargo na comunicação da Presidência, mas atuava como um conselheiro para a área. Já no governo Bolsonaro, mas antes de Wajngarten assumir, a empresa recebeu R$ 43,8 milhões e a Artplan R$ 15,4 mi, esquema que só foi alterado na atual gestão.

Notícias relacionadas