Política

MP denuncia Flávio Bolsonaro e Queiroz por 'rachadinha' na Alerj

Flávio foi apontado como líder da organização criminosa, e Queiroz, como o operador do esquema de corrupção

[MP denuncia Flávio Bolsonaro e Queiroz por 'rachadinha' na Alerj]
Foto : Reprodução/Instagram

Por Luciana Freire no dia 28 de Setembro de 2020 ⋅ 18:20

O Ministério Público do Rio (MP-RJ) denunciou hoje (28) ao Tribunal de Justiça do Rio o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) e seu ex-assessor Fabrício Queiroz. Ambos foram acusados pelos crimes de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Flávio foi apontado como líder da organização criminosa, e Queiroz, como o operador do esquema de corrupção que funcionava no antigo gabinete na Assembleia Legislativa (Alerj).  A denúncia possui cerca de 300 páginas.

A partir dos dados das quebras de sigilo bancário e fiscal, os promotores apontam que o senador usou, pelo menos, R$ 2,7 milhões em dinheiro vivo do esquema das rachadinhas. 

Os valores somam os três métodos pelo qual o filho do presidente Jair Bolsonaro "lavou" o dinheiro em espécie.

Notícias relacionadas