Saúde

Com estoque de sangue em nível crítico, Hemoba faz apelo a doadores

Com o objetivo de garantir o abastecimento de sangue também durante os dias de folia carnavalesca, a Fundação de Hematologia e Hemoterapia do Estado da Bahia (Hemoba), estará à disposição dos doadores em quase todos os dias de festa. O estoque da Fundação se encontra em nível crítico e durante o Carnaval a demanda de sangue aumenta para realização de cirurgias e transfusões. Por isso, é necessário que os doadores compareçam a uma das unidades. [Leia mais...]

[Com estoque de sangue em nível crítico, Hemoba faz apelo a doadores]
Foto : Divulgação

Por Jessica Galvão no dia 03 de Fevereiro de 2016 ⋅ 15:02

Com o objetivo de garantir o abastecimento de sangue também durante os dias de folia carnavalesca, a Fundação de Hematologia e Hemoterapia do Estado da Bahia (Hemoba), estará à disposição dos doadores em quase todos os dias de festa. O estoque da Fundação se encontra em nível crítico e durante o Carnaval a demanda de sangue aumenta para realização de cirurgias e transfusões. Por isso, é necessário que os doadores compareçam a uma das unidades.

As 24 unidades hemoterápicas de coleta e processamento de sangue da rede da Hemoba, entre Hemocentros e Unidades de Coleta e Transfusão (UCT), funcionam na quinta (4), sexta (5), segunda (8) e terça-feira (9) de Carnaval. No sábado (6), apenas a unidade central, localizada na Avenida Vasco da Gama, em Salvador, estará aberta. 

No domingo (7), a unidade central e as UCT ficam fechadas. Na quarta-feira de Cinzas (10), a partir do meio-dia, o atendimento volta ao normal em todas as unidades espalhadas pelo estado. Para saber onde fica a unidade mais próxima, o doador pode acessar o site da Hemoba.

Médica da diretoria de hemotrerapia da Hemoba, Daisy Gomes explica que basta seguir alguns critérios simples para ser doador. "É preciso ter mais de 50 quilos, ter entre 18 e 69 anos, não deve estar em jejum, mas deve-se evitar comidas gordurosas, como sarapatel e feijoada, porque alteram o resultado dos exames. Também não pode ter ficado gripado nos últimos sete dias anteriores à doação, além de não ter fumado ou consumido bebidas alcoólicas durante algum tempo", alerta Daisy.

Notícias relacionadas

[Estudo aponta que zika veio do Haiti]
Saúde

Estudo aponta que zika veio do Haiti

Por Clara Rellstab no dia 14 de Agosto de 2018 ⋅ 13:00 em Saúde

Militares brasileiros que participaram da missão de paz no país caribenho e imigrantes que vieram para o Brasil podem ter trazido o vírus