Saúde

Anvisa determina interdição cautelar de antibiótico da Teuto Brasileiro

Uma medida publicada no Diário Oficial da União na última quarta-feira (17), pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), determinou a interdição cautelar de lotes do medicamento similar Hincomox (amoxicilina) suspensão oral250 mg/ 5 mL, fabricado pelo Laboratório Teuto Brasileiro S/A. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Getty Images

Por Jessica Galvão no dia 18 de Agosto de 2016 ⋅ 14:49

Uma medida publicada no Diário Oficial da União de ontem, quarta-feira (17), pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), determinou a interdição cautelar de lotes do medicamento similar Hincomox (amoxicilina) suspensão oral  250 mg/ 5 mL, fabricado pelo Laboratório Teuto Brasileiro S/A.

De acordo com o Diário Oficial, os lotes 02743010 e 02743012 dos antibióticos, indicados para o tratamento de infecções bacterianas causadas por germes sensíveis à ação da amoxicilina, apresentaram "resultados insatisfatórios nos ensaios de aspecto, por apresentar pó com grumos aderidos internamente ao frasco e falha em obtenção de suspensão homogênea após reconstituição e rotulagem, por apresentar informações de número de lote e data de validade ilegíveis na embalagem primária".

A resolução deve vigorar pelo prazo de 90 dias, a partir da data de sua publicação.

Notícias relacionadas